ULNC - Uma Luz Na Caverna
Há muito mais para descobrir... Registe-se e venha discutir connosco!

Violação dos direitos dos animais de companhia

Ir em baixo

Violação dos direitos dos animais de companhia

Mensagem  2016.ritalima em Dom Dez 10, 2017 9:01 pm

Vivemos num país europeu com legislação aceitável que protege os interesses dos animais sencientes, ou seja, animais que sentem dor e prazer mas, a realidade nua e crua faz-nos conviver diariamente com a existência de maus tratos infligidos aos animais de companhia. As campanhas realizadas em prol dos interesses e direitos dos animais parecem não surtir quaisquer efeitos práticos. A legislação impõe multas pesadas aos perpetradores de maus tratos. No entanto, isto só por si, não exerce um efeito dissuasor sobre seres humanos que encaram os animais como meras coisas inanimadas. Jeremy Bentham foi o fundador do utilitarismo e um dos primeiros filósofos a preocupar-se com os animais não humanos. Bentham afirmou que se pode avaliar o nível desenvolvimento de uma sociedade pela forma como esta trata os seus animais. Se usarmos a medida de Bentham, Portugal ficará posicionado no lugar da vergonha. Bentham também afirmou que os animais são os novos escravos das sociedades modernas. A escravatura de seres humanos continua a existir mas é repudiada por todos os países civilizados. A escravatura de animais não humanos é legalmente proibida mas parece ser eticamente aceitável. A indiferença das autoridades responsáveis pela saúde pública é gritante no nosso país. Há todos os anos e em todas as estações, animais errantes, doentes e famélicos a vaguear pelas ruas porque foram abandonados, por donos sem quaisquer escrúpulos, à fome, ao frio e a toda a espécie de infortúnios. Seria de esperar que situações destas preocupassem as autoridades municipais e locais que, muitas vezes, nada fazem para combater este flagelo. Os canis e gatis que existem no nosso país não possuem, regra geral, condições minimamente dignas para acolherem estes animais e, para além disso, estão quase sempre sobrelotados. Não basta mudar a legislação para a Europa ver, é necessário formar cidadãos que se respeitem uns aos outros e que respeitem as outras espécies animais. O complexo de superioridade de uns seres humanos em relação a outros, teve, no passado, consequências devastadoras (genocídio dos judeus pelos nazis, por exemplo), do mesmo modo, a ideia de supremacia dos humanos em relação a outras espécies compromete o equilíbrio ecológico e espalha o terror exercido pelos mais fortes em relação aos mais fracos.
Do meu ponto de vista, nas escolas deveria haver uma formação para a cidadania que alertasse para a defesa e implementação prática dos direitos dos animais. Só através de uma formação sólida, poderemos assistir a uma mudança efetiva na mentalidade dos cidadãos portugueses que dê origem a um mundo melhor para todos.

2016.ritalima
Aprendiz
Aprendiz

Mensagens : 25
Data de inscrição : 14/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum